Pesquisar em xambioa.to.gov.br

IMG_5928

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação de Xambioá recebeu nesta segunda-feira (26) uma equipe composta por servidores municipais dos municípios de Ananás, Wanderlândia, Cachoeirinha, Angico, Riachinho, Piraquê e Darcinópolis para discutirem a Regionalização da Casa de Acolhimento Institucional.A casa de Acolhimento Institucional Andorinhas foi instituída em 2011 após a realização de um Diagnóstico sobre a realidade da Criança e do Adolescente que após inúmeras consultas ao Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA) e à Secretaria de Assistência Social a equipe de diagnóstico entendeu que a ação prioritária seria a implantação de uma Casa de Acolhimento Institucional em Xambioá, pois o índice de Abuso e Exploração Sexual alcançava patamares elevados, além de outras violações de direitos e outros fatores que expõe a criança e o adolescente em situações de riscos como, por exemplo, o abandono de incapazes onde o número de denúncias sobre esta violação era, na época o mais alto do município e outros como a violência doméstica, que ocupava uma das primeiras posições no triste ranking das violações de direitos da criança e do Adolescente.

Com o financiamento do Programa Via e do Instituto Votorantim em 2010, a proposta de implantação da Casa de Acolhimento Institucional começou a criar forma, sendo primeiro realizada buscas pelo terreno para construção de um imóvel que contemplasse as necessidades da implantação de uma Casa de Acolhimento Institucional, porém após uma série de análises, constatou-se que os recursos disponíveis eram insuficientes para a edificação de uma obra, tendo em vista que na região os terrenos que estavam disponíveis estavam com valores acima do orçado, então optou-se pela aquisição de imóvel já edificado, pois assim seria mais viável o processo de implantação do projeto.

Após o conselho optar pela aquisição de imóvel, realizou-se outra etapa que se constituiu de busca pela casa adequada, onde todas elas foram analisadas, apreciadas pela equipe de diagnóstico e deliberadas pelo CMDCA.

A Casa de Acolhimento Institucional Andorinhas atualmente é uma referência na região, sendo considerada pelos gestores da área social um exemplo de projeto de desenvolvimento social voltado para a criança e o adolescente.

O Secretário Municipal de Assistência Social e Habitação de Xambioá Chardison Aguiar afirmou que o projeto de regionalização da Casa de Acolhimento “irá tentar fazer da casa de acolhimento um lar, um local onde cada criança ou adolescente seja bem acolhida.”

A Casa de Acolhimento, após adequação dos serviços atenderá aos municípios de Três Comarcas da Região com a articulação das entidades que promovem a discussão dos serviços na área da criança e do adolescente.

A reunião desta segunda-feira (26) discutiu assuntos com a pactuação entre os municípios e o Estado do Tocantins, pois atualmente o Município arca com a despesa da casa como alimentação, vestimentas, salário dos funcionários, manutenção do abrigo como energia elétrica, pagamento de água e telefone.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *